302 Found

302 Found


nginx

Notícias


Com investimentos de cerca de 800 mil reais, o NUPEM coloca à disposição dos pesquisadores 4 novos aparelhos de alta tecnologia. Essas aquisições representam alterações muito positivas na qualidade dos trabalhos e reafirmam cada vez mais o NUPEM como um centro de excelência em pesquisa, comparável a centros internacionais.

Assista à reportagem da TV, com a apreciação de professores e alunos sobre os novos equipamentos.

Clique para assistir à reportagem.


O professor Mauricio Molisani  apresentará, nesta segunda-feira (05/08), ao Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Macaé (Commads), o Diagnóstico das Condições Ambientais da Bacia do Rio Macaé. Esse diagnóstico é fruto de várias pesquisas que estão em andamento pelo NUPEM/UFRJ nesta bacia hidrográfica que é uma das mais importantes do país. Basta lembrar que o Rio Macaé fornece água para o abastecimento residencial dos Municípios de Macaé e Rio das Ostras, além de todo sistema de empresas da economia do petróleo.


No dia 9 de Maio e 2013 as associações de moradores dos bairros Morada das Garças e Vivendas da Lagoa se reuniram no NUPEM para assistirem uma apresentação sobre as condições ecológicas da Lagoas Imboassica e sobre as perspectivas de recuperação deste importante ecossistema do município de Macaé.

Eventos desta natureza são de grande importância para divulgar as pesquisas que estão sendo desenvolvidas no NUPEM/UFRJ e para aproximar a academia à sociedade local.
Representantes da OAB, da Câmara Municipal de Macaé, docentes e alunos do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PPG-CiAC) estiveram presentes e contribuíram para as discussões.

moradores imboassica2


Com grande honra, o NUPEM/UFRJ sediará, de 8 a 10 de agosto, a III Conferência Municipal de Meio Ambiente de Macaé. Esse evento, de grande importância regional, reunirá ambientalistas e demais interessados no debate em torno da preservação ambiental de uma região do nosso estado submetida a diferentes  impactos decorrentes, sobretudo, da economia do petróleo.


Depois de ser aprovada pelo Conselho Deliberativo do Campus UFRJ-Macaé, em março deste ano, com a participação de representantes da Prefeitura de Macaé, e membros da sociedade acadêmica e coordenadores de cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entre eles a da Superintendente de Atividades Fora da Sede, professora Maria Antonieta Rubio Tyrrell, o presidente da Fundação Educacional de Macaé, Alexandre Azevedo e o subsecretário de Ciências e Tecnologia, Joelson Tavares, a proposta do Doutorado em Ciências Ambientais foi aprovada por unanimidade no CEPG no dia 19 de abril.

"O momento agora é de torcida para a CAPES aprovar o nosso doutorado", lembrou o Prof. Rodrigo Nunes da Fonseca, Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PPG-CiAC). O coordenador fez questão de agradecer o empenho dos docentes que participaram da organização da proposta, os professores Cíntia Barros, Fábio Di Dario, Marcos Paulo Barros, Michael Mincarone, Pablo Gonçalves, Tatiana Konno e Francisco Esteves.

O Prof. Rodrigo ressaltou também a importância do apoio da Profª Tyrrell (Diretora Pró-Tempore do Campus UFRJ-Macaé e Superintendente de Atividades Fora da Sede) e a Profª Débora Foguel (Pró-reitora de Pós-graduação).

Um dos principais objetivos de implantação do curso no campus é a formação de um profissional na área, e que ao mesmo tempo seja capacitado para produção de conhecimentos científicos considerados essenciais para o desenvolvimento da região Norte Fluminense e outras partes do país, uma vez que a universidade começou a formar este ano os primeiros mestres em Ciências Ambientais e Conservação.

De acordo com o Prof. Rodrigo, a ideia de implantação do curso foi estimulada pelo Comitê Assessor da Área de Ciências Ambientais da CAPES, tendo em vista os bons indicadores de produtividade docente e discente e a forte inserção social do curso de Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC).

O curso com característica interdisciplinar será voltado para mestres em áreas diversas como Ciências Ambientais, Ciências Sociais, Química, Geologia, Geografia e outras áreas afins e terá doutorado, com a duração de 450 horas, e deve ser composto por quatro disciplinas obrigatórias e 18 eletivas.

 

Aprovacao Doutorado CEPG 19-4-2013

UFRJ PPGCIAC - Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação
Desenvolvido por: TIC/UFRJ