Destaque

No dia 22 de novembro de 2023, Leandro Nolé Eduardo, bolsista de pós-doutorado do PPG-CiAC/NUPEM, participou da cerimônia de premiação no Instituto Oceanográfico de Mônaco, onde recebeu o Le Prix de Thèse (Prêmio de Tese), que anualmente premia a melhor tese de ciências marinhas realizada em instituições Francesas.

Durante a cerimônia, Leandro teve a honra de apresentar os principais resultados de sua tese para o Príncipe Albert II de Mônaco e para uma plateia composta por entusiastas das ciências marinhas, representantes de instituições científicas e do setor privado.

 Premiao Albert IIRed

Príncipe Albert II entregando Le Prix de Thèse à Leandro Eduardo

A tese de Leandro, intitulada "Lighting up the dark side of the ocean: biodiversity and ecology of deep-sea fishes from the Southwestern Tropical Atlantic”, é fruto de uma colaboração entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Universidade de Montpellier, na França. Orientado pelos professores Flávia Lucena-Frédou (UFRPE), Michael Mincarone (NUPEM/UFRJ) e Arnaud Bertrand (IRD), o estudo aprofundou-se na biodiversidade e ecologia das espécies de peixes mesopelágicos (200-1000 m de profundidade), proporcionando avanços significativos para a ciência marinha (mais informações: https://nupem.ufrj.br/aluno-de-doutorado-ganha-premio-de-melhor-tese-na-franca/).

Palestra Leandro IOM.jpeg

 Leandro Eduardo apresentando os resultados de sua tese no Instituto Oceanográfico de Mônaco

O Prof. Michael Mincarone é docente do PPG-CiAC e atua como supervisor de Leandro Eduardo em seu pós-doutorado no PPG-CiAC/NUPEM. De acordo com Leandro, a colaboração científica com o Prof. Michael foi fundamental para o desenvolvimento da tese, especialmente na identificação e descrição de novas espécies, com desdobramentos em novos estudos que integram discentes de pós-graduação do PPG-CiAC e de graduação do NUPEM.

Este reconhecimento celebra não só a excelência acadêmica e o significativo impacto da tese, mas também evidencia o comprometimento do PPG-CiAC/NUPEM com a pesquisa em ciências marinhas no contexto global.

 

Cartaz FTM

Quinta-feira, 07/12/23, às 15h, na sala 15 B do NUPEM, acontecerá a  defesa de Mestrado de Fernanda Teles de Miranda Maia

 

Resumo

A Agenda 2030 de Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) é uma das grandes pautas globais do século XXI. Ela busca conscientizar a sociedade sobre o limite dos recursos naturais, a necessidade de adaptação a novos padrões de produção e consumo, a formação de cidades e comunidades sustentáveis, bem como a redução das desigualdades sociais. Neste sentido, a inovação tem um papel chave frente às mudanças e adaptações necessárias para que tais condições sejam atendidas, sendo inclusive assumida como premissa para atingir o desenvolvimento sustentável. Em sua dissertação, Fernanda investigou o papel das startups na construção de soluções inovadoras e sustentáveis para alcançar as metas dos 17 ODS. Uma revisão sistematizada da literatura buscou estruturar um arcabouço conceitual para compreender o papel das startups na mitigação de grandes problemas e desafios socioambientais do nosso tempo, e um estudo de caso abordou as contribuições das startups para fomentar e alcançar os ODS no Município de Macaé, no Norte Fluminense. Foi possível estabelecer um panorama sobre as contribuições específicas de um conjunto de startups e evidenciar a importância dos esforços regionais para apoiar o empreendedorismo inovador como estratégia de desenvolvimento sustentável. Assim, a dissertação representa uma importante contribuição como ferramenta de monitoramento e gestão de ecossistemas de empreendedorismo e inovação.

Banca avaliadora:


Titulares
Dr. Francisco de Assis Esteves - Orientador
Dr. Allan Martins Comarck (IPOLI/UFRJ)
Dr. Rafael Malheiro da Silva do Amaral Ferreira (IPOLI/UFRJ)


Suplentes
Drª. Camila Rolim Laricchia (IPOLI/UFRJ)
Dr. Rafael Nogueira Costa (PPG-CiAC/UFRJ)
Dr. Rodrigo Nunes da Fonseca (PPG-CiAC/UFRJ)

 

 

 

Por Dayana V. P. Andrade (Egressa do PPGCiAC)

 Figura1Red.jpeg

Foto 1: Estágio de Docência sob a supervisão dos professores Dra. Ana Cristina Petry e Ms. Carlos Alberto Cunha Filho, em junho de 2018.

Em 2018 eu realizava o meu Estágio de Docência, parte integrante da minha formação como aluna de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPG-CiAC/UFRJ). Eu só não sabia que aquela saída de campo me traria tanta alegria, cinco anos mais tarde.

Cartaz CARS

Na próxima terça-feira, 05/12/23, às 9h, de forma remota, acontecerá a Defesa de Doutorado de Cezar Augusto Rufino de Santa Ana


Resumo

A partir do aumento das tensões associado à temática socioambiental, emerge a premente necessidade de reflexões mais profundas sobre o ponto de partida das discussões e seus desdobramentos. Destarte, discutir o Meio Ambiente essencialmente requer definir sua instância social e seu lugar enquanto categoria nos diferentes olhares e esferas institucionais. À luz da Teoria Semiolinguística de Análise do Discurso, a tese de Cezar identificou o efeito do conceito de Meio Ambiente no sistema legal da educação brasileira. O doutorando partiu do princípio de que em todo discurso há uma intencionalidade de subjetivação do enunciador sobre o enunciatário e, assim sendo, discursos e leis assinalam a posição histórica e as concepções dos sujeitos nelas inscritos. Ademais, pelo poder coercitivo concedido pela regulação do Estado, as leis têm prioridade argumentativa na sociedade e atuam, na cena social enunciativa, como discursos fortemente autorizados. A pesquisa percorreu, além do corpus, seja ele das leis atuais da legislação educacional brasileira, como também estudos em Ciências Ambientais, Teorias da Educação formal, do Direito, da Teoria Geral do Estado, da Sociologia e da Filosofia. Na Filosofia, notadamente com os postulados de Michel Foucault, que imbricam a ideia visada de Meio Ambiente à existência de uma biopolítica de subjetivação que faz emergir a figura de um sujeito bioambiental escolarizado.

 

Banca Avaliadora

Titulares
Dr. Gustavo Arantes Camargo – orientador
Drª. Rejane Valvano Corrêa da Silva (UFMA)
Dr. Leandro Dias de Oliveira (PPG-GEO/UFRRJ)
Dr. Vinícius Teixeira Santos (IFFluminense)
Drª. Giuliana Franco Leal (PPG-CiAC /UFRJ)
Suplentes
Dr. Luiz Alberto Alves Couceiro (PPG-His/UFMA)
Dr. Thaddeus Gregory Blanchette (PPG-CiAC /UFRJ)

 

 

Cartaz GCV

Quarta-feira, 29/11/23, às 14h, acontecerá a oitava defesa de Mestrado do ano de 2023.

Imagens orbitais adquiridas por satélites tem, normalmente, alto custo e/ou resolução temporal e espacial que impedem a utilização destas informações em estudos de escala local. Desta forma, dados geoespaciais, como ortomosaicos e Modelos Digitais de Elevação, obtidos por RPA (Remotely Piloted Aircraft), popularmente conhecido como drone, emergem como técnicas inovadoras na ecologia, gestão e manejo de ecossistemas.

Gabriela produziu camadas digitais (layers) bióticas e abióticas, como teores de matéria orgânica, temperatura, características granulométricas, modelo digital de elevação e densidade de espécies da macrofauna, em duas praias arenosas com distintos graus de modificação do habitat natural no Município de Macaé, a Praia dos Cavaleiros e a Praia do Pecado. Através da integração desses diferentes planos de informação, a dissertação lança o termo “praia digital”. A geração de dados geoespaciais evidenciou a importância da conservação do habitat natural, como a manutenção da vegetação de restinga. Pela primeira vez, camadas digitais ambientais foram utilizadas para gerar Modelos de Distribuição de Espécies para a predição de ocorrências de tocas de Ocypode quadrata (“maria-farinha”), um importante bioindicador em praias arenosas. A “praia digital” é uma ferramenta inovadora para conservação, manejo e gestão de ecossistemas praias.

Todos estão convidados a assistir a defesa, no Auditório do NUPEM/UFRJ.

Banca avaliadora:

Titulares

Dr. Carlos Alberto de Moura Barboza - Orientador

Dr. Mauro Antonio Homem Antunes (PPG-CTIA/UFRRJ)

Dr. Luciano Gomes Fischer (PPG-CiAC/UFRJ)

Suplentes

Dr. Gustavo Mattos Silva de Souza (UFRJ)

Dr. Emiliano Nicolas Calderon (PPG-CiAC/UFRJ)

Subcategorias

UFRJ PPGCIAC - Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação
Desenvolvido por: TIC/UFRJ