302 Found

Found

The document has moved here.

PPG-CiAC e PPG-ProASD do Instituto NUPEM/UFRJ representados em Seminário de Meio Termo da CAPES

Os Professores Mauricio Molisani e Fabio Di Dario, respectivamente coordenadores do Programa de Pós-Graduação Profissional em Ambiente, Sociedade e Desenvolvimento (PPG-ProASD) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC) do Instituto NUPEM/UFRJ, e a Técnica em Assuntos Educacionais Marla Granados Belarmino, participaram do “Seminário de Meio Termo da Área de Ciências Ambientais” da CAPES, nos dias 5 e 6 de setembro de 2019.

 

Esse encontro, realizado na sede da CAPES em Brasília, aconteceu justamente na metade do atual Quadriênio de Avaliação dos PPGs nacionais, que vai de 2017 a 2020. A proposta é promover uma ampla discussão entre todos os cerca de 120 PPGs da Área de Ciências Ambientais e a Coordenação da Área, buscando, em uma análise conjunta, reconhecer os desafios e definir as perspectivas futuras do sistema de pós-graduação brasileiro.

 

PPG-CiAC e PPG-ProASD  em Seminário de Meio Termo da CAPES-01.jpg

De acordo com Marla Belarmino, “ao participar do Seminário de Meio Termo tive a oportunidade de observar a construção do processo de avaliação dos Programas de Pós-Graduação realizado pela CAPES, percebendo assim, a importância da atualização constante dos instrumentos de coleta e de verificação das informações como a Plataforma Sucupira e o site institucional.  Essa experiência possibilitou o surgimento de ideias como a implantação de novos procedimentos, na Secretaria de Pós-Graduação do NUPEM/UFRJ, de forma a dar mais visibilidade às ações de ensino e aprendizagem, internacionalização, impacto social, produção científica, entre outras, objetivando com isso, contribuir para a qualidade dos cursos e aumento dos conceitos dos Programas existentes no Instituto”.

O Prof. Mauricio Molisani, por sua vez, considera que “a minha participação no Seminário de Meio Termo foi uma oportunidade de entender como as decisões sobre a avaliação dos PPGs são tomadas pela CAPES, tendo uma importante contribuição dos coordenadores de PPGs. Também tive a percepção de que há muita boa vontade por parte da Coordenação de Área em ajudar os PPGs a se prepararem para a avaliação quadrienal, inclusive na solução de problemas que o PPG vier a ter, sempre tentando melhorar a nota do curso”.

PPG-CiAC e PPG-ProASD  em Seminário de Meio Termo da CAPES-02.jpg

Equipe NUPEM/UFRJ no Seminário de Meio Termo da Capes: da esquerda para a direita, Marla Belarmino, Fabio Di Dario, e Mauricio Molisani.

O momento atual, de cortes de recursos e grandes incertezas em relação ao futuro do sistema de pós-graduação brasileiro, também dominou as discussões nestes dois dias. Em particular, ficou claro que os Programas Níveis 3 e 4 são aqueles que sofrerão ainda mais com o cenário descortinado neste ano, e para o qual não há perspectivas de melhora no futuro próximo.

Nesse contexto, o Prof. Fabio Di Dario ressalta que “é imperativo que todo o corpo social do PPG-CiAC, incluindo discentes de Mestrado e Doutorado e, principalmente, o núcleo Permanente de Docentes credenciados, trabalhe em conjunto e emergencialmente nesta reta final do Quadriênio para garantir que nosso Programa atinja a tão almejada nota 5. Só assim teremos alguma chance de sobrevivência a médio prazo. O PPG-CiAC possui mais de 100 dissertações e teses já defendidas. Temos atualmente cerca de 70 alunas e alunos matriculados. O nível de contribuição técnica, científica e social que temos dado à Macaé e região há quase uma década é gigantesco. Tenho certeza de que todos concordam que será um tremendo infortúnio se o PPG-CiAC, com sua bela história de pioneirismo na UFRJ, se vir obrigado a encerrar as atividades por falta de financiamento, em um cenário de bolsas cortadas e estagnação no Nível 4 ao final do Quadriênio. Faço um pedido a todo nosso corpo social: o PPG-CiAC, assim como todos os Programas notas 3 e 4, está em risco de extinção; o momento é de união, precisamos unir esforços para mudar esse cenário, levando o Programa ao Nível 5 ao final do Quadriênio”.

PPG-CiAC e PPG-ProASD  em Seminário de Meio Termo da CAPES-03.png

Sumário da nova proposta de avaliação dos PPGs implantada pela CAPES neste quadriênio, com foco na formação de alunas e alunos expresso na produção em conjunto entre docentes e discentes.

Outro aspecto importante do Seminário de Meio Termo da CAPES foi indicar quais são os parâmetros mais importantes do novo sistema de avaliação que está sendo implantado aos cursos de PPGs do Brasil. Seguindo a lógica de investimento na formação de pessoal especializado em Nível Superior, o aumento da produção (técnica, bibliográfica, extensionista, etc) conjunta entre discentes e docentes é crucial para a superação da métrica de avaliação, juntamente com a auto-avaliação do PPG e de seu impacto social. É nesse contexto que o Prof. Fabio Di Dario completa sua análise: “no PPG-CiAC, precisamos desesperadamente aumentar a produção conjunta entre discentes e docentes, seja ela em artigos científicos, livros e capítulos de livros, ou produtos técnicos, por exemplo, ainda em 2020. Esse é o caminho para a sobrevivência no momento em que estamos vivendo”.

Todas as apresentações (em .pdf) disponibilizadas pela Coordenação da Área de Ciências Ambientais podem ser encontradas aqui (parte 1) e aqui (parte 02). Recomendamos imensamente que esses arquivos sejam explorados pelas nossas alunas, alunos e docentes.

UFRJ PPGCIAC - Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação
Desenvolvido por: TIC/UFRJ