302 Found

302 Found


nginx

 

Foto1

Na imagem em frente ao mural que representa o Bioma Amazônico, a discente do PPG-CiAC Lorena Jimenez (a esquerda), a Orientadora Laísa Freire (centro) e a Coordenadora Ana Petry (a direita).

 

Em março de 2020, a pandemia da COVID-19 foi deflagrada no Brasil na mesma semana em que Lorena Jimenez se preparava para a seleção no curso de Doutorado em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC). Para Lorena, os planos de realizar o processo seletivo de forma presencial em Macaé tiveram que ser rapidamente readequados e realizar a seleção de forma remota, foi a única alternativa viável, à época.

Ao conquistar uma vaga no Programa, Lorena, que é servidora da Universidade Federal do Amapá, passou a cursar as disciplinas de forma remota. Sob a orientação da Doutora Laísa Freire, Docente Permanente do PPG-CiAC, Lorena está agora em seu segundo ano de curso e se prepara para, em breve, iniciar as atividades de campo de sua Tese.

Nessa sexta-feira, 13 de agosto, acompanhada de sua orientadora, Lorena realizou o sonho de conhecer a sede do PPG-CiAC, o Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Instituto NUPEM/UFRJ). Lorena se sentiu contemplada ao identificar o Bioma Amazônico entre os belos murais distribuídos pela futura Trilha da Ciência do Instituto NUPEM/UFRJ. A rica fauna, os povos indígenas e o saudoso extrativista Chico Mendes representados no mural foram interpretados por Lorena como uma forma de demonstrar que suas origens são reconhecidas pelo Instituto NUPEM/UFRJ.

O Professor Rodrigo Nunes da Fonseca, Diretor do Instituto NUPEM/UFRJ e a Professora Ana Petry, Coordenadora do PPG-CiAC receberam Lorena e a Orientadora Laísa. Ambas, acompanhadas do Servidor do Instituto NUPEM/UFRJ, João Marcelo Silva de Souza, foram até a sede do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, onde Lorena pode conhecer os ecossistemas de restinga e lagoa costeira.

  

Foto2  Foto3

O primeiro encontro de Lorena Jimenez com os ecossistemas de restinga e lagoa costeira, acompanhada da Orientadora Laísa Freire e do Servidor do Instituto NUPEM/UFRJ, João Marcelo Silva de Souza.


Em seus dez anos de existência, o PPG-CiAC vem cumprindo a missão de ampliar as oportunidades de acesso ao ensino e pesquisa de excelência a interessados em uma pós-graduação na Área das Ciências Ambientais, como é o caso de Lorena Jimenez, natural do Estado do Amapá.

Ana Petry considera que o PPG-CiAC já estava na vanguarda ao viabilizar a realização das etapas dos processos seletivos de Mestrado e Doutorado em território estrangeiro ou nacional fora do Estado do Rio de Janeiro em processos seletivos anteriores ao de 2020. Assim, o Programa foi capaz de manter o planejamento e o cronograma da seleção de 2020, mesmo diante das realidades de redução de mobilidade e isolamento social impostas pela pandemia.

Laísa Freire considera que ao receber alunos de outros estados e países, o PPG-CiAC amplia as trocas culturais e os diálogos interdisciplinares, que são tão valorizados no programa. Para Laísa, “ver Lorena motivada e envolvida no grupo de Pesquisa em Educação Ambiental e Ensino de Ciências é a esperança de que vamos superar os desafios da pandemia e fortalecer a universidade pública e seu papel social”.

Em sua próxima vinda à Macaé, Lorena Jimenez e seus demais colegas Discentes do PPG-CiAC estarão ocupando os múltiplos espaços de ensino, pesquisa e extensão do Instituto NUPEM/UFRJ.

UFRJ PPGCIAC - Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação
Desenvolvido por: TIC/UFRJ