302 Found

Found

The document has moved here.

 

Arthur Bauer iniciou em 2017 seu Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC) do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade – NUPEM/UFRJ, no PPG-CiAC, sob a orientação do Prof. Luciano Fischer. Seu projeto de pesquisa visa compreender as relações tróficas de recursos pesqueiros marinhos capturados no Norte Fluminense utilizando diferentes metodologias.

 

Arthur participou da primeira edição do curso “Biodiversity: towards sustainable use of the environment” sediado no Instituto NUPEM/UFRJ em 2018. Este curso, que teve sua segunda edição em 2019, é uma das atividades realizadas pelo projeto “Nor-Bra 2020: Gearing the future generations towards a sustainable use of the environment” (do inglês, “Nor-Bra2020: Preparando as gerações futuras para o uso sustentável do meio ambiente”). Este projeto, fruto de uma pareceria internacional entre a Universidade de Stavanger (UiS), Noruega, o NUPEM/UFRJ e outras unidades da UFRJ, é totalmente financiado pela Noruega. Seus objetivos principais são estreitar as parcerias científicas entre todos os atores envolvidos, com foco na formação interdisciplinar compartilhada de alunos de pós-graduação das duas Universidades e instituições parceiras.

Outra atividade que o Nor-Bra2020 promove é o intercâmbio científico de alunos de pós-graduação entre os dois países. Esse é o caso do Arthur, que em agosto de 2019 embarcou para a Noruega por um período de três meses. Sua estadia e todos os gastos relacionados ao desenvolvimento de seu projeto científico naquele país estão sendo totalmente financiados com os recursos do projeto, ou seja, pela Noruega, O projeto de pesquisa, que está sendo desenvolvido em parceria, pretende avaliar os níveis de exposição aos poluentes derivados do petróleo (conhecidos como hidrocarbonetos policíclicos aromáticos) em quatro espécies de peixes capturados pela pesca de pequena e média escala na região costeira do Norte Fluminense. Para que este estudo seja realizado, Arthur conta com a participação da Profa. Dr. Daniela Pampanin, como orientadora, e dos alunos de doutorado MSc. Chris Espeland e MSc. Giovanna Monticelli, todos vinculados à Universidade de Stavanger.

 

arthur1

Equipe: da esquerda para a direita, os estudantes de Doutorado Chris Espeland, Giovanna Monticelli e Arthur Bauer, e a Profa. Daniela Pampanin, em um dos laboratórios da Universidade de Stavanger (UiS), Noruega.

 

De acordo com Arthur, “a busca por uma formação acadêmica mais interdisciplinar é muitas vezes difícil e repleta de desafios. Entretanto, também é muito prazerosa e recompensadora. Esta experiência na Universidade de Stavanger está me fazendo sentir isso na pele, de maneira positiva. A primeira dificuldade foi o idioma e em seguida os métodos laboratoriais utilizados para acessar os níveis de exposição dos peixes aos HPAs. Tenho vivido dias muito intensos e de grande aprendizado!”. Todo o trabalho laboratorial está sendo realizado nas dependências do edifício Måltidelts Hus, Parque de Inovações, UiS, onde se encontra o CORE (Centre for Organelle Research) com diversos laboratórios muito bem equipados. Além do treinamento laboratorial para a realização das análises de biomarcadores, Arthur também teve a oportunidade de apresentar o seu histórico acadêmico e os estudos realizados durante seu Doutorado para professores e alunos da UiS. “Foi muito legal a experiência de poder compartilhar com profissionais de diversas nacionalidades as pesquisas que realizo no Brasil. Juntos vimos que, apesar de trabalharmos com diferentes abordagens sobre temas ligados à biologia de organismos aquáticos e avaliação de impactos ambientais, temos também um grande potencial de integração dos projetos de pesquisa”, complementa Arthur. Concomitantemente ao desenvolvimento de sua pesquisa no exterior, o discente também está tendo a oportunidade de participar de diversas outras atividades acadêmicas na UiS, como palestras, reuniões e trabalhos de campo.

 

arthur2.jpg

Fachada do edifício Måltidelts Hus, Parque de Inovações, Universidade de Stavanger, Noruega.

 

arthur3.jpgarthur7.jpg

Arthur realizando análises laboratoriais no CORE (Centre for Organelle Research), Universidade de Stavanger, Noruega.

 

arthur4.jpgarthur8.jpg

Apresentação dos estudos desenvolvidos pelo discente de Doutorado Arthur Bauer para pesquisadores da Universidade de Stavanger.

Arthur também relata que “durante este período em Stavanger, estou alojado em uma das diversas residências estudantis que existem no campus. O ambiente é agradável e pude conviver com pessoas de diferentes continentes. Esse ambiente fantástico promove muitos momentos de trocas de experiências e ideias”. A cidade de Stavanger fica em Roland, uma região que oferece muitas opções de atividades em ambientais naturais, esporte e cultura. “Tive a oportunidade de visitar museus e monumentos históricos, assim como alguns parques com fauna e flora nativos. Também foi muito interessante conhecer um pouco mais da cultura regional Norueguesa”.

 

arthur5.jpgarthur6.jpg

Vista de Preikestolen, 604 metros acima do Fjord Lyse e uma fazenda Viking chamada Jernaldergården, um importante sítio arqueológico em Stavanger, Noruega.

 

Como mensagem final, Arthur complementa: “no próximo dia 15 de setembro voltarei ao Brasil com a mala cheia de experiências, dados científicos, aprendizado e amizades. Estou extremamente grato por essa oportunidade incrível promovida pelo projeto Nor-Bra2020, pela Universidade de Stavanger, pelo PPG-CiAC e pelo NUPEM/UFRJ”. De fato, Arthur é o primeiro aluno do PPG-CiAC que participa do intercâmbio de pesquisa proporcionado pela colaboração entre as duas instituições. “O trabalho não acaba por aqui; ainda temos algumas análises a serem feitas após o final do intercâmbio. Além disso, estamos planejando outros estudos em parceria no futuro. Acredito que este período é só o início de uma grande e produtiva parceria entre pesquisadores do NUPEM/UFRJ e da Universidade de Stavanger”.

 

No Brasil, Arthur Bauer é bolsista de Doutorado do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – Funbio, através de recursos advindos do “Projeto Multipesca”, financiado através de medida compensatória estabelecida pelo Termo de Ajustamento de Conduta de responsabilidade da empresa Chevron, conduzido pelo Ministério Público Federal – MPF/RJ.

 

UFRJ PPGCIAC - Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação
Desenvolvido por: TIC/UFRJ